BRASIL
CFBM
Portal da Transparência

16/07/18

Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems)

O Conselho Regional de Biomedicina – 3ª Região (CRBM-3) participará do Congresso do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde, de 24 a 27 de julho, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém (PA), para, mais uma vez, chamar a atenção das autoridades públicas para a importância do biomédico no contexto geral da saúde pública. CFBM também estará presente.

A estratégia do CRBM-3 será semelhante à adotada durante a Marcha dos Prefeitos a Brasília, promovida no final do mês de maio. O estande dos Conselhos Regionais de Biomedicina – regiões 1, 2, 3, 4, 5 e 6 –, em parceria com o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), vai concentrar as ações de mobilização dos secretários e participantes do evento para reforçar a importância do profissional biomédico no sistema público de saúde, especialmente na esfera municipal. O tema desta edição é “A Saúde que queremos para o Brasil – o direito à Saúde, a organização do Sistema e o financiamento da Política de Saúde”.

Durante os três dias de duração do Congresso do Conasems serão desenvolvidos seminários, mesas de debates, oficinas e painéis, além da realização da 15ª Mostra Brasil aqui tem SUS, durante todo o dia 25 de julho, e a Feira Brasil aqui tem SUS, onde são montados estandes de diversas instituições, públicas e privadas, que expõem suas experiências e mecanismos de interação tanto com os organismos ligados ao Sistema Único de Saúde quanto com os cidadãos. A expectativa de público é superior a quatro mil participantes.

Devido à relevância do Congresso, os Conselhos Regionais de Biomedicina vêem nesta participação mais uma oportunidade de detalhar aos secretários de saúde a importância do biomédico como profissional de habilitações variadas e estimular as contratações dos mesmos por intermédio de concurso público.

O presidente do CRBM-3 Rony Marques de Castilho aposta no convencimento dessas autoridades a partir das interações com os conselheiros e das informações destacadas nos materiais de divulgação - cartilhas com esclarecimentos sobre a dimensão da atuação biomédica, atualmente apta para 35 habilitações, e um modelo fácil da criação de uma lei para inserir a categoria nas contratações municipais.

(Imprensa CRBM-3)

 

 

Outras Notícias